Garrada do vinho Batard Montrachet Grand Cru

Domaine Paul Pernot

Batard Montrachet Grand Cru

R$4.100,00


Vinho: Bâtard Montrachet se estende por Puligny e Chassagne. Encontra-se logo abaixo do famoso vinhedo de Le Montrachet. Os vinhos de Bâtard são considerados entre os maiores brancos da Côte de Beaune.

A história conta que quando o Senhor de Puligny teve que dividir suas terras entre seus filhos, ele deu a seu filho legítimo o lote que se tornaria o ‘Chevalier-Montrachet’ e seu filho ilegítimo, três lotes chamados ‘Bâtard-Montrachet’, ‘Bienvenues-Bâtard-Montrachet’ e ‘Criot-Bâtard-Montrachet’.

Quanto às suas filhas, elas deveriam receber um enredo chamado “Les Pucelles” (As Donzelas). Localizado em um declive suave, o solo é um calcário acastanhado misturado com cascalho.

O segredo deste terroir excepcional vem da interação única entre as camadas profundas de calcário e as raízes das vinhas.

Produção: As uvas são colhidas de forma manual em sua perfeita maturidade fenólica, são prensadas de maneira gentil, o débourbage é feito após 24 horas.

A fermentação é feita em barricas de carvalho, com um leve batonnage (antes da fermentação malolatica) e então o vinho é envelhecido por 11 meses em barricas de carvalho (30% a 40% novos), uma leve filtragem é feita antes do engarrafamento.

Apenas 1700 garrafas foram produzidas nessa safra.

Sobre a safra 2018, Paul Pernot a descreve como: “uma safra especialmente abundante, especialmente para a Chardonnay. Na época de cultivo, apesar do calor e da seca, foi realmente bastante simples e sem problemas, deixando de lado o medo das geadas, não houve excessos climáticos ou ataques criptogâmicos graves.

Colhemos a partir de 30 de agosto e trouxemos frutas essencialmente imaculadas com uma média de 12,5 a 13,5% em álcool potencial. Depois disso, as vinificações e malolatica passaram sem incidentes e engarrafamos a maioria dos vinhos brancos em julho. Estilisticamente, é claro que os vinhos vêm de uma safra mais madura, mas na verdade são menos exóticos e pesados do que várias safras recentes”.

Notas de degustação: Esse vinho tem um nariz com aromas maduros de frutas de pomar brancas e amarelas, e em particular pêssego branco e damasco, com notas de casca de frutas cítricas e flores de acácia.

Na boca traz uma sensação suculenta e sedutora, com seus sabores de grande corpo, antes de terminar em um final poderoso e impressionantemente persistente. Como é comum para os vinhos de Bâtard, esse 2018 se beneficiará muito com o seu desenvolvimento na garrafa, mas já é espetacular para ser degustado.

Potencial de guarda: 15+ anos

Outras informações: Rolha / TS:  1,2 g/l / TA: 65 meq/l / SO2: 0,49 mg/l

Região

Borgonha

Álcool

13,25%

Safra

2018

Uva

Chardonnay

R$4.100,00